Select Your Style

Choose your layout

Color scheme

Blog
 
 

BLOG

,

PNLD: “A verdade segundo Arthur” é um dos selecionados; conheça

31/08/2018

Neste ano, o Governo Federal lançou o Programa Nacional do Livro e do Material Didático – PNLD 2018 Literário. Caracterizado com um edital “transitório”, o programa comprará livros de literatura para a Educação Infantil, Anos Iniciais do Ensino Fundamental e Ensino Médio, para todas as escolas das redes públicas, além de instituições comunitárias, confessionais ou filantrópicas conveniadas com o poder público. O governo seleciona uma lista prévia de obras, e as envia com seu conteúdo completo, juntamente com material explicativo sobre cada uma delas, às escolas, que escolhem quais desejam adotar para as crianças e requisitam a sua entrega.

Dez obras do Grupo Brinque-Book foram selecionadas pelo governo estão disponíveis para a escolha dos professores, entre elas este A verdade segundo Arthur, que trata das fronteiras entre verdade e mentira na infância. O livro, dos ingleses Tim Hopgood (texto) e David Tazzyman (premiado ilustrador), discute a relação das crianças com mentira, imaginação, realidade.

“A verdade segundo Arthur” / Tim Hopgood (texto) e David Tazzyman (ilustrador)

Na história, a mãe de Arthur é clara: ele não poderia usar a bicicleta do irmão mais velho. Mas, todo mundo já foi criança e sabe como é, Arthur não resistiu. Teria sido só uma voltinha, não fosse um pequeno incidente. No passeio, Arthur acabou riscando o carro estacionado em frente de sua casa.

A partir daí, Arthur e a Verdade tomam caminhos quase opostos. Para disfarçá-la, o menino recorre à imaginação e a histórias cada vez mais fantasiosas e mirabolantes. Tudo para que a mãe não descubra que ele a desobedeceu.

A Verdade surge como uma personagem: ganha rosto, corpo, expressões. Nos pincéis de Tazzyman, ela cresce ou se apequena, aparece ou fica escondidinha. O diálogo entre as ilustrações e o texto é essencial, porque as imagens complementam e ampliam o sentido da narrativa. Ora Arthur e a Verdade fazem as pazes, ora estão em pontos opostos da narrativa.

Os recursos visuais ampliam o sentido e mensagem da obra. Enquanto a realidade é construída em tons de branco e cinza, a mentira é colorida; a verdade, por sua vez, é cinza, pequena, murcha, tímida. Será que é assim que a mentira nos parece nas horas de sufoco?

Sensível, a obra não julga Arthur, ao contrário, expõe sua perspectiva e nos faz perceber que, por trás de uma mentira também bate um coração. Será preciso sempre ser duros e rígidos para compartilhar valores éticos com os pequenos -ou podemos agir na base do afeto para clarear as fronteiras entre é o que ou não aceitável eticamente?

Trata-se de uma narrativa divertida, irreverente e poética sobre a descoberta de si e do mundo, os valores éticos e a relação disso tudo com a família, temas essenciais na infância.


Comment ( 1 )

Grupo Brinque-Book
Rua Mourato Coelho, 1215 - Vila Madalena
São Paulo - CEP 05417-012 - SP