Select Your Style

Choose your layout

Color scheme

Blog
 
 

BLOG

Dia das Mulheres e Meninas na Ciência: livros para trabalhar em sala

10/02/2021

Amanhã, 11 de fevereiro, é Dia Internacional das Mulheres e Meninas da Ciência. Você sabia?

Foi instituído pela Assembleia das Nações Unidas em 2015 e, entre outras coisas, essa data quer dar visibilidade à contribuição feminina nesse segmento.

Bertha Lutz, mulher cientista brasileira, que introduziu ideias feministas no Brasil. Imagem: Era uma vez 20, de Luciana Sandroni (texto), Natalia Calamari e Guilherme Karsten (ilustrações)

Você conhece histórias inspiradoras de mulheres e de meninas que fizeram ciência?

Representatividade para mulheres e meninas

Representatividade é essencial para que a pesquisa científica seja menos desigual quando o assunto é gênero. Promover a igualdade de gênero é uma das metas da Agenda 2030 da ONU.

Ciência, cidadania e civismo, que tangenciam essa conversa, também aparecem nos Temas Contemporâneos Transversais (TCT), propostos pela BNCC (Base Nacional Comum Curricular).

Por isso, trouxemos uma lista especial de livros com histórias de mulheres que fizeram história – na ciência e em outras áreas. Também temos obras para tematizar gênero, representatividade feminina e empoderamento.

Temos nada menos que 7 dicas de livros para levar para a sala o tema das mulheres e meninas na ciência. Vem!

1) Eu sou uma menina

Autora / Ilustradora: Yasmeen Ismail
Tradutora: Gilda de Aquino
Temas: Identidade / Autoconhecimento / Respeito às diferenças / Brincadeiras / Cotidiano
Faixa Etária: A partir de 2 anos (leitura compartilhada) ou 6 anos (leitura independente)

Determinada, esperta, cheia de atitude e energia, assim é a menina dessa história. E não é que muita gente a confunde com um menino?! Mas essa personagem nunca se dá por vencida: ela é uma menina!

>>Por que ler:
Baseada em uma história real, essa narrativa nos mostra que ainda — e muitas vezes sem perceber — tentamos enquadrar as crianças em estereótipos de gênero. E para não esquecer: o brincar é livre.

Já conversamos com a autora do livro, a irlandesa Yasmenn Ismail, e ela nos ajuda a refletir na importância de não limitarmos as crianças:

Yasmeen Ismail, autora de “Eu sou uma menina!”, conversa com a gente hoje!

///

2) Selvagem

Autora / Ilustradora: Emily Hugues
Editora: Pequena Zahar

“Ninguém pode domar uma criatura assim tão feliz e selvagem.” Ela não conhecia nada a não ser as coisas da natureza. Ursos a ensinaram a comer, aves a falar, raposas a brincar. Ela era livre, indomável e irreprimivelmente selvagem. Isto é, até o dia em que encontrou outros animais estranhamente parecidos com ela.

>>Por que ler:
Com uma ilustração potente e uma personagem absolutamente forte e segura de si, este livro nos coloca o tempo todo a reflexão sobre a nossa verdadeira natureza e potência.

///

3) Lina

Autora / Ilustradora: Ángela León
Editora: Pequena Zahar

Lina quer viver intensamente, ser livre para fazer o que quiser. Ela não gosta de ser pequena. Quer virar gente grande e ter aventuras para contar. Recusando os limites impostos às mulheres pela sociedade em sua época, ela estuda para se tornar arquiteta.

>>Por que ler:
Decidida a não se limitar aos papéis de gênero, Lina não só “empoderou-se”, mas também deixou um legado fundamental na arquitetura brasileira, tendo projetado, por exemplo, o Museu de Arte de São Paulo (MASP) e o Sesc Pompéia (ambos em São Paulo, SP).

///

4) ABCDelas

Autora / Ilustradora: Janaina Tokitaka
Editora: Companhia das Letrinhas

Este é um livro abecedário muito diferente. A cada letra, o leitor vai conhecer histórias raras e valiosas de mulheres que revolucionaram seus campos de atuação.

>>Por que ler:
Conheça a vida de mulheres pioneiras em diferentes profissões neste livro ilustrado e empoderador.

///

5) Era uma vez 20

Autora: Luciana Sandroni
Ilustradores: Guilherme Karsten e Natália Calamari
Temas: Biografia / Identidade / Criatividade / Infância / Cultura brasileira
Faixa Etária: A partir de 8 anos

Neste livro informativo, apresentamos a biografia de 20 personalidades – 10 mulheres e 10 homens – que viveram em épocas diversas e se destacaram em diferentes áreas de atuação. Esses textos trazem ainda um tempero especial, pois dão destaque a um período crucial na vida de todos nós, a infância.

>>Por que ler:
Essa obra mostra um pouco sobre a vida de personalidades importantes como a cientista e feminista Bertha Lutz e a professora Antonieta de Barros.

///

6) Malala

Autoras: Malala Yousafzai e Patricia McCormick
Tradução: Lígia Azevedo
Faixa etária: a partir de 8 anos
Editora: Seguinte

A autobiografia da mais jovem ganhadora do prêmio Nobel da paz, em edição ilustrada e adaptada, para leitores de 8 a 12 anos.

>>Por que ler:
A história de Malala ganhou e arrebatou o mundo: ela arriscou a própria vida pelo direito — dela e de todas as meninas — de estudar.

///

7) Extraordinárias

Autoras: Duda Porto de Souza e Aryane Cararo
Editora: Seguinte

Dandara foi uma guerreira fundamental para o Quilombo dos Palmares. Niède Guidon descobriu os registros rupestres mais importantes do nosso território. Indianara Siqueira é uma das lideranças mais atuantes da comunidade trans. Elas mudaram (e estão mudando) a história. Você conhece a história delas?

>>Por que ler:
Esta obra traz muitos exemplos de mulheres que, desde o século XVI até os dias atuais, contribuíram e contribuem, com suas lutas e trabalhos, para o conjunto da sociedade. Inspiradoras 😉

///

E você? Que outros livros colocaria nessa lista?

 

 


Sem comentários no momento

Editora Schwarcz S.A. - São Paulo
Rua Bandeira Paulista, 702, cj. 32
04532-002 - São Paulo - SP