Select Your Style

Choose your layout

Color scheme

Blog
 
 

BLOG

Conheça livros literários para levar a História para a sala de aula

15/03/2021

De acordo com a BNCC (Base Nacional Comum Curricular), o estudo da História em sala de aula não é apenas falar do passado. Pelo contrário: precisa estar vinculado ao dia a dia dos alunos, de modo a que eles percebam como os eventos históricos ecoam na nossa vida hoje em dia. Os livros literários podem ajudar no ensino dessa História. E esse é o tema deste post, que traz:

  • Um breve panorama sobre o ensino de História segundo a BNCC;
  • Indicações de livros, vídeos e textos para a formação do professor ao longo do texto
  • Uma lista com indicações de livros literários para levar a História para seus alunos

Segundo um texto publicado por Larissa Atoé, no portal MultiRio, o professor Daniel Nasser, que atua no bairro da Gávea, explicou o objetivo do estudo da História, segundo a BNCC, da seguinte maneira:

“O principal motivo do ensino de História na Educação Básica é a construção de noções básicas de cidadania. Vejo isso contemplado na BNCC, quando destaca, nos objetivos da formação do estudante, a compreensão de processos históricos para “analisar, posicionar-se e intervir no mundo contemporâneo (…), criticamente com base em princípios éticos, democráticos, inclusivos, sustentáveis e solidários”.

Em um especial feito pela revista Nova Escola, outros pontos importantes foram levantados:

  • Mais ênfase na postura ativa dos alunos
  • A importância do pensamento crítico
  • Apresentação de várias fontes

História e histórias: os livros literários na sala de aula

Há muitos recursos disponíveis hoje em dia para dar conta desse ensino que a BNCC nos convida a fazer. Claro que estão aí os livros didáticos, as obras de não-ficção (de reportagens a biografias), os documentários, entrevistas, museus e instituições de memória, entre outros.

Livros literários história Pedro e o portal

Dom Pedro I é tratado de forma irreverente em sua pré-adolescência na aventura Pedro e o portal. Imagem: Pedro e o portal, de Glaucia Lewicki (texto) e Valentina Fraiz (ilustrações)

A ficção, no entanto, também é um valioso diálogo com o passado — você já deve ter apresentado algum filme à sua turma para retratar determinada época ou fato, não é mesmo?

O escritor Joseph Conrad escreveu, certa vez, que os documentos históricos são uma fonte de “segunda mão” se comparados à ficção. No entendimento dele, as obras ficcionais eram mais fidedignas fontes para revelar como era e o que se pensava em um era.

Conrad é autor de No coração das trevas, que foi publicado em 1902 e é um dos maiores clássicos da literatura do século XX.  Inspirou o filme Apocalypse now!, de Francis Ford Coppola.

Alguns critérios para lista

Isso é ainda mais verdadeiro se pensarmos que outro dos objetivos da BNCC no ensino de História é tematizar a condição humana. Esse é o entendimento da professora Janice Theodoro da Silva, titular aposentada de História da América na Universidade de São Paulo (USP).

É dela o vídeo feito pelo Movimento pela Base sobre a disciplina — você pode assisti-lo abaixo.

Para ela, a diversidade, a pluralidade inerentes das sociedades humanas, a complexidade das relações e a diversidade histórica e cultural são pressupostos no ensino da História, desde de Idade Antiga até os tempos atuais, sempre relacionando esses momentos com a nossa experiência atual.

Historia, portanto, não é apenas o que passou na Europa ou a partir desse ponto de vista, mas inclui, como bem pontuou a revista Nova Escola, diversidade de fontes e pontos de vista.

Nossa lista: livros literários e História

Foi com esses critérios que elaboramos a lista abaixo, que contempla obras para todos os segmentos da escolaridade. Não deixe de ver, no final, alguns livros indicados para a formação do professor.

1) Poderia

Autora: Joana Raspall
Ilustradora: Ignasi Blanch
Tradutor: Alexandre Boide
Temas: Empatia / Identidade / Solidariedade / Compaixão / Imigração / Preconceito
Faixa Etária: A partir de 3 anos (leitura compartilhada) ou 7 anos (leitura independente)

“Você teria sido criado de outra maneira, talvez melhor, talvez pior. (…) Você poderia ler contos e poemas, ou não ter livros nem conhecer as letras”. Como seria sentir o que o outro sente? Como seria viver o que outro vive? Numa sequência de versos intensos e singelos, a obra nos transporta para mundos distantes e para outros muito próximos, nos faz pensar sobre nós mesmos e a nossa relação com o outro.

O Material de Apoio ao Professor pode ajudar você a pensar esse livro em sala de aula.

>>Contextualizando a obra:

Nessa obra, a variedade de experiências humanas e suas consequências são o fio condutor de um pungente poema que, ao final, nos faz pensar: quem seríamos se, por acaso, tivéssemos nascido em outro lugar?

///

2) Pedro e o portal

Autora:Glaucia Lewicki
Ilustradora:Valentina Fraiz
Temas: História da Independência / Física / Multimodalidade
Faixa Etária: A partir de 8 anos

Era um domingo de setembro. Miguel e seu irmão mais velho, Pedro, brincavam animadamente de esconde-esconde na sala de casa. Uma cena comum, que poderia se passar com qualquer família, não fossem alguns detalhes: o ano era 1810, a casa era um palácio no Rio de Janeiro e os meninos eram nosso futuro primeiro imperador Pedro I e seu irmão. Pois é justamente nesse momento que se abre um buraco no meio da sala. Pedro II, ainda apenas Pedro, acaba indo parar no Museu Nacional, no ano de 2018! Para contar a história, a escritora e educadora Glaucia Lewicki traz ainda muitos elementos da cultura pop, em referências divertidas à cinessérie De volta para o futuro e ao clássico Star Wars.

Também vale consultar o Material de Apoio ao Professor.

>>Contextualizando a obra:

E começa assim este romance histórico para jovens leitores, com todos os elementos capazes de prender a atenção do pré-adolescente: uma narrativa ágil, levemente distópica, repleta de aventura, mistério e situações cotidianas com as quais se identificar. Entre informações históricas e aventura ficcional, fica uma reflexão: quanto há de presente no passado e de passado no presente?

///

3) Catando piolhos, contando histórias

Autor: Daniel Munduruku
Ilustradora: Maté
Temas: Ética / Meio ambiente / Pluralidade cultural / Relatos de experiências / Lenda / Índio / Indígena / Tradição oral / Dia do Índio (19 de Abril)
Faixa Etária: A partir de 8 anos

“Ali, contávamos para todos os adultos presentes tudo o que havíamos feito durante o dia. Embora não parecesse, todos nos ouviam com atenção e respeito. Aquele era um exercício de participação na vida de nossa comunidade familiar.”

Aqui, você pode ler o primeiro capítulo da obra.

>>Contextualizando a obra:

Memórias de infância de um menino indígena que nos fala das tradições de seu povo Munduruku transmitidas pela narrativa oral nos momentos felizes quando, sentado na aldeia, no colo dos mais velhos ou ao pé da fogueira, ouvia histórias enquanto eles catavam piolhos em seus cabelos e lhe faziam carinhos na cabeça.

///

4) Kaba Darebu

Autor: Daniel Munduruku
Ilustradora: Maté
Temas: Meio ambiente / Pluralidade cultural / Conto / Lenda / Índio / Indígena /Tradição oral / Dia do Índio (19 de Abril)
Faixa Etária: A partir de 3 anos

“Nossos pais nos ensinam a fazer silêncio para ouvir os sons da natureza; nos ensinam a olhar, conversar e ouvir o que o rio tem para nos contar; nos ensinam a olhar os voos dos pássaros para ouvir notícias do céu; nos ensinam a contemplar a noite, a lua, as estrelas…” Kabá Darebu é um menino-índio que nos conta, com sabedoria e poesia, o jeito de ser de sua gente, os Munduruku.

>>Contextualizando a obra

Este ganhador do selo Acervo Básico, da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ), mostra o dia a dia das crianças do povo Munduruku visto desde o ponto de vista do educador e escritor Daniel Munduruku.

///

5) Mustafá

Autora / Ilustradora: Marie-Louise Gay
Tradutora: Gilda de Aquino
Temas: Solidariedade / Amizade / Empatia / Resiliência / Relacionamento Familiar / Imigração / Refugiados
Faixa Etária: A partir de 3 anos (leitura compartilhada) / A partir de 7 anos (leitura independente)

Mustafá conta a história de um garoto que teve de sair de seu país com a família e aos poucos descobre seu novo lar. A Lua, as estações, as flores, os insetos e a música desse lugar ora lhe lembram a sua antiga terra, ora o encantam pelo que têm de diferente do que ele já conhece. Mesmo com esse mundo novo a descobrir, Mustafá sente-se invisível ali onde as pessoas falam uma língua que ele não entende. Mas, um dia, uma menina, com um gesto simples, irá mostrar a ele que a amizade, a gentileza e o afeto superam as fronteiras entre línguas e lugares.

>>Contextualizando a obra

Com as cores e a delicadeza do traço desta premiada escritora canadense, acompanhamos a vida de um menino que precisou se refugiar. A situação de refúgio é uma dos principais desafios da humanidade e tem raízes históricas profundas e complexas, marcadas pelo colonialismos e pelas desigualdades que tão bem conhecemos.

Não deixe de conhecer o Material de Apoio ao Professor.

///

E você? Que outros livros acrescentaria nessa lista?


Sem comentários no momento

Editora Schwarcz S.A. - São Paulo
Rua Bandeira Paulista, 702, cj. 32
04532-002 - São Paulo - SP