Select Your Style

Choose your layout

Color scheme

Blog
 
 

BLOG

,

Livros infantis incríveis para conhecer a cultura indígena com os pequenos leitores

17/04/2019

Quando se comemora a cultura indígena e toda a contribuição e a inspiração que as muitas etnias brasileiras nos oferecem, quando se pensa e se discute formas de garantir aos povos nativos a ocupação das terras que eles já possuem e que, bem mais que um direito, são seu modo de existir, o Blog da Brinque lista aqui obras literárias incríveis para conhecer e sentir um pouco mais da vida, do cotidiano, dos pensamentos e da mitologia desses povos.

A lista inclui clássicos da Brinque-Book, como Kaba Darebu, escrito por Daniel Munduruku, da etnia que ele leva no nome, originários do Pará, Mato Grosso e Amazonas,  e obras mais recentes, como Poemas da minha terra Tupi, de Maté, premiado e indicado para representar a literatura infanto-juvenil na Feira de Bolonha de 2019, tendo integrado o tradicional catálogo da FNLIJ (Federação Nacional de Literatura Infantil e Juvenil).

1) Kaba Darebu, de Daniel Munduruku (texto) e Maté (ilustrações): 

 

Um menino, da etnia Munduruku, nos conta o jeito de ser, de viver e de pensar das pessoas de sua tribo. “Nossos pais nos ensinam a fazer silêncio para ouvir os sons da natureza; nos ensinam a olhar, conversar e ouvir o que o rio tem para nos contar; nos ensinam a olhar os voos dos pássaros para ouvir notícias do céu; nos ensinam a contemplar a noite, a lua, as estrelas…”. Livro ganhador do selo Acervo Básico, da FNLIJ.

Indicado para crianças a partir de 3 anos.

2) Catando piolhos, contando histórias, de Daniel Munduruku (texto) e Maté (ilustrações):

 

Mais um da dupla Daniel e Maté, esse é para os maiorzinhos — a partir de 8 anos. O livro tem oito histórias, algumas delas são mitos, outras lendas dos espíritos da floresta e outras lições de vida ou narrativas de memórias das brincadeiras inocentes. “Ali, contávamos para todos os adultos presentes tudo o que havíamos feito durante o dia. Embora não parecesse, todos nos ouviam com atenção e respeito. Aquele era um exercício de participação na vida de nossa comunidade familiar.” Memórias de infância de um menino indígena que nos fala das tradições de seu povo Munduruku transmitidas pela narrativa oral nos momentos felizes quando, sentado na aldeia, no colo dos mais velhos ou ao pé da fogueira, ouvia histórias enquanto eles catavam piolhos em seus cabelos e lhe faziam carinhos na cabeça. É possível ler o primeiro capítulo neste link.

Indicado para crianças a partir de 8 anos.

3) Poemas da minha terra Tupi, de Maté (texto e ilustrações)

 

Jaguaré, jururu, pirão e pororoca… Toda criança brasileira, quando aprende a falar, aprende também um bocado de palavras de origem tupi. São palavras que falam da paisagem, dos bichos, das plantas e do jeito de ser da gente daqui. E não é que muitas delas vieram passear nos versos singelos deste livro de poemas, esperando que o leitor as reconheça? Com texto e ilustrações de Maté, Poemas da minha terra tupi celebra, com curiosidades, histórias, cor e alegria, o significado de muitas palavras e expressões que usamos no dia a dia, 38 das quais são apresentadas em um glossário, no final do livro. Finalista do prêmio AEILIJ e integrante do catálogo da FNLIJ (Federação Nacional do Livro Infantil e Juvenil) apresentado na Feira de Bolonha.

Indicado para crianças a partir de 3 anos.


Comments ( 2 )

Grupo Brinque-Book
Rua Mourato Coelho, 1215 - Vila Madalena
São Paulo - CEP 05417-012 - SP