Select Your Style

Choose your layout

Color scheme

Blog
 
 

BLOG

,

Em “A árvore de bebês”, o protagonista guia o leitor pela pergunta mais comum na infância

14/08/2018

Numa manhã, depois de pular na cama para acordar papai e mamãe, o pequeno protagonista desta história recebe a notícia: os pais contam a ele que tem um bebê a caminho. Na hora, cheio de dúvidas, ele só consegue perguntar se pode comer mais cereais.

“A árvore de bebês” / Sophie Blackall (texto e ilustrações)

Sua cabeça, no entanto, não pensa em outra coisa: mas, afinal, de onde vai vir esse bebê? De onde vêm todos os bebês? Ao longo do dia, ele não se cansa de interrogar a todos que encontra. A amiga mais velha, o carteiro, a professora, o vovô, ninguém escapa de seu desejo de descobrir nada menos que, também, sua própria origem.

Cada um lhe dá uma resposta, e ele vai formulando hipóteses que, depois, junta para, finalmente, ter uma conversa com os pais. O que será que eles vão lhe dizer?

Repleto de humor e muita delicadeza, reforçada pelas ilustrações leves, lindas e coloridas da autora – a premiada australiana radicada em Nova Iorque Sophie Blackall-, o livro A árvore de bebês coloca em evidência o protagonismo infantil, ao registrar sentimentos e emoções do pequeno protagonista diante de tamanha novidade.

O leitor é conduzido pela narrativa através das ideias e ações do menino, que questiona, de forma deliciosamente lúdica, aquela que é uma das perguntas mais comuns entre as crianças a partir dos 4 anos.

“A árvore de bebês”/ Sophie Blackall (texto e ilustrações)

Na sala de aula ou em casa
A depender da idade da criança, a resposta a essa pergunta universal pode e deve ser diferente. O livro traz um pequeno apêndice, em que dá dicas aos adultos sobre como responder às dúvidas mais comuns dos pequenos.

Mas, para além da resposta, o que é bacana nesse livro são as possibilidades de as crianças perguntarem e inventarem suas próprias respostas. Se, para a amiga mais velha do narrador, os bebês brotam em árvore, o que pensam as crianças em sala de aula? Será que algum deles arrisca uma hipótese?

Que árvore seria essa e quantos bebês caberiam nela? O que os adultos já disseram às crianças sobre o nascimento dos bebês? Quais foram as teorias que os pais leitores ouviram na infância e que poderiam compartilhar com seus pequenos?


Sem comentários no momento

Grupo Brinque-Book
Rua Mourato Coelho, 1215 - Vila Madalena
São Paulo - CEP 05417-012 - SP