Select Your Style

Choose your layout

Color scheme

Blog
 
 

BLOG

Dia do professor: educar é das tarefas mais incríveis da vida! ;-)

13/10/2020

Educar é apoiar, ajudar a encontrar os sentidos, fazer as perguntas, imaginar as respostas, pesquisar hipóteses.

Educar é liberar um mundo de possibilidades, é estar lado a lado de quem vê tudo pela primeira vez — das letras às coisas mais minúsculas ou mais enormes. Da formiguinha ao dinossauro!

Quais voos esta ajudando seus alunos a alçar? Imagem: O homem que amava caixas, de Stephen Michael King

Educar é ajudar a encontrar e atribuir sentidos. Lindo, não é?

O que aprendemos

Educar é também aprender. E nós aprendemos tanto neste ano, não foi?

Você já parou para pensar em que profissional você era no início de 2020 e como você está agora? O que mudou? Como você sentia em relação à sua turma, aos seus desafios e como está se sentindo agora?

Diário

O que você acha de anotar num diário esse tipo de reflexão, sentimento, sensação, pensamento? Quando liga seu computador para começar as aulas remotas com as crianças, o que pensa ou sente?

Se sua escola está entre as que estão em ensino híbrido, como tem sido essa experiência? Como foi o primeiro encontro presencial com partes da sua turma? O que sentiu?

Anote, registre.

Um livro de perguntas

Outra ideia bacana para você tornar sua aprendizagem visível é anotar as perguntas que você se faz diariamente.

Pode ser também uma pergunta que você recebeu de um aluno e que, de alguma forma mexeu com você.

Anote tudo e vá se permitindo explorar as possíveis respostas, sem pressa. Se um dúvida sobre sua prática aparecer, anote e deixe estar…

As respostas vão surgindo 😉

E seria bacana anotar como você chegou nelas e de que forma essas respostas vão se conectar com sua prática.

A gente fala muito sobre tornar visíveis as aprendizagens das crianças. Mas e quanto às nossas próprias, não é mesmo?

Anote em arte

Essas anotações, que servem muito para você olhar com carinho redobrado para você, educador (a), podem ser em muitas linguagens.

A gente costuma pensar em múltiplas linguagens apenas quando fala sobre crianças, mas nós, adultos, também podemos nos expressar de diferentes formas.

Por exemplo:

  • Faça uma playlist para uma ideia, pensamento ou aprendizagem que sente que viveu;
  • Desenhe um diálogo inusitado entre você e um aluno ou colega que queira registrar;
  • Veja filmes que conversem com o que está sentindo

Que memórias deixamos

De quais professores você se lembra? Ainda tem fresco na memória o nome da professora com a qual você aprendeu a ler?

Ver pela primeira vez marca. Para as crianças, muitas são as inaugurações. E uma, em especial, ainda mais marcante: a alfabetização.

Aprender a ler é como se tornar livre; tirar as vendas, começar a decodificar todo um novo mundo. Já pensou nisso?

Vendo tudo pela primeira vez – é mágico e inesquecível. Imagem: O gato xadrez, de Isa Mara Lando (texto) e Tatiana Paiva (ilustrações)

O mesmo vale pra outros conhecimentos: já imaginou como seus alunos vão lembrar de tudo o que você ensinou a eles quando forem mais velhos?

De que forma gostaria de ser lembrado (a)?

Vale a pena anotar tudo isso também, como sugerimos acima.

Ser professor é inesquecível, não?

Que memórias você está construindo?

///

E você? Conte para a gente o que tem aprendido e do que tem se lembrado 😉


Sem comentários no momento

Grupo Brinque-Book
Rua Mourato Coelho, 1215 - Vila Madalena
São Paulo - CEP 05417-012 - SP