Select Your Style

Choose your layout

Color scheme

Blog
 
 

BLOG

,

5 dicas de… livros imperdíveis sobre literatura infantil

09/02/2018

A literatura para crianças passou a ser um campo de estudos e também de interesse social tem bem pouco tempo. Peter Hunt, teórico e pesquisador inglês, explica que, nos anos 90, os livros infantis estavam, em sua maioria, apenas nas bibliotecas e nas mãos de uns poucos interessados acadêmicos. As crianças começavam a ter acesso à literatura já alfabetizadas e, mesmo assim, com acesso restrito a poucas obras.

“O livro de Lívio”, de Hrefna Bragadottir (texto e ilustrações)

Pouco mais de 20 anos depois, a realidade é bem outra. Multiplicaram-se as publicações de livros com qualidades estéticas notáveis para esse público, há diversos cursos, especializações, pesquisas dentro e fora da academia, as escolas têm práticas mais acessíveis e autônomas de acesso aos livros, as famílias convertem-se com cada vez mais frequência em leitoras, disseminou-se a conhecimento de que é preciso ler para as crianças desde bebês e não se deve oferecer obras apenas a leitores já autônomos.

Nesse meio tempo, ampliou-se também a produção de livros sobre livros. Quem se interessa pelo tema – seja por dever de ofício, como os professores, seja porque quer formar-se leitor para formar leitores os filhos -, tem hoje um campo vasto e muito interessante para explorar.

Neste 5 dicas de… selecionamos cinco obras fundamentais sobre literatura infantil que valem cada palavra. Vamos lá?

1) Para ler o livro ilustrado, de Sophie Van der Linden: a autora francesa discute, nesta obra, a ideia de livro-ilustrado partindo da relação entre a página branca do livro, o texto e a imagem. Exemplifica e classifica os tipos de livro ditos ‘para crianças’ e o compara com outras manifestações, como o livro-imagem e o livro com ilustração. Com mais de 500 ilustrações, a edição traça uma evolução histórica das publicações, suas inovações, multiplicidade de estilos e diversidade de técnicas utilizadas. O volume é também um recorte da produção de literatura infantil francesa, com exemplos de suas publicações consideradas mais criativas.

>>Leia um trecho do livro aqui.

2) Andar entre livros: a leitura literária na escola, de Teresa Colomer: uma das maiores especialistas em literatura infantil, coordenadora do Grupo de Pesquisa de Literatura Infantil e Juvenil e de Educação Literária (Gretel), da Universidade Autônoma de Barcelona, Colomer escreveu essa que é uma obra fundamental. Organizado em duas partes, o livro aborda três aspectos que interagem no processo da educação literária – a escola, os leitores e os livros; também expõe a inter-relação destes elementos com quatro possibilidades de leitura que ajudam os professores a programar suas atividades de mediação.

>>Colomer deu uma entrevista aqui que recomendamos.

3) O banquete dos notáveis, de Constantino Bertolo e Carolina Tarrio: aqui, os autores reúnem ensaios sobre literatura, crítica e leitura, sempre de um ponto de vista original, na contramão do consenso vazio em prol do estímulo à leitura que presenciamos na atualidade. Com análises precisas, o livro vem problematizar a visão mistificadora e romântica da leitura e dos leitores, responsável pela fetichização do processo de leitura e de formação de leitores, inserindo a discussão na contraditoriedade e tensão que lhe é própria.Uma profunda e questionadora reflexão sobre o que é a leitura e quem são os leitores e seus agentes – editores, autores, críticos, que repensa o sentido da leitura, especialmente da leitura literária, e fornece instrumental teórico para se pensar nas suas possibilidades e limites e seu fomento no mundo globalizado.

4) Crítica, teoria e literatura infantil, de Peter Hunt: o ensaísta britânico nos convida a refletir sobre os papéis de escritores, ilustradores, editores, professores e pesquisadores do livro para crianças. Pioneiro nesse estudo, Hunt organiza tópicos fundamentais em uma mesma obra, buscando desde uma definição de literatura infantil até o impacto das novas mídias sobre ela.

5) Livro ilustrado: palavras e imagens, de Maria Nicolajeva e Carole Scott: as autoras procuram conduzir o leitor para uma compreensão do significado das imagens dentro da história. A dupla analisa livros de autores fundamentais na literatura para crianças, como Maurice Sendak, John Burningham, Dr. Seuss e Beatrix Potter. A edição brasileira contém páginas com imagens internas coloridas de alguns dos livros citados.

>>Para quem se aventura em outros idiomas, vai uma dica extra: La frontera indómita: en torno a la construcción y defensa del espacio poético, de Graciela Montes. A autora argentina trata, aqui, da infância e de sua subjetividade particular, em que fantasia e realidade co-habitam. Montes defende esse espaço poético como essencial não para as crianças apenas, mas para o humano.


Sem comentários no momento

Grupo Brinque-Book
Rua Mourato Coelho, 1215 - Vila Madalena
São Paulo - CEP 05417-012 - SP