Select Your Style

Choose your layout

Color scheme

Blog
 
 

BLOG

Para crianças? Livros infantis que todo adulto precisa ler

18/12/2020

Literatura boa não tem idade. A cada nova leitura ou releitura, nos apresenta camadas novas, nuances, detalhes. É aquela que, conforme crescemos, se revela mais e mais.

Os livros de infância sempre nos trazem o sabor de outros tempos. Imagem: Eu sou uma menina!, de Yasmeen Ismail

As boas obras não tem prazo de validade, sabe como? As crianças vão encontrando nelas novas informações e outros modos de se relacionar e nós, adultos, ao (re) visitarmos também achamos material sensível para ler.

Leitura para a infância dos adultos

Há muitas razões para a gente ler livros infantojuvenis, mesmo depois de crescidinhos. Listamos as nossas preferidas:

De volta ao (nosso) passado

Como uma máquina do tempo, certas leituras nos levam direto para aquele quintal cheio de sol, alegria, imaginação e possibilidades.

Tem livros que a gente compra para os filhos e — imediatamente — nos apaixonamos pelo tanto de infância que tem lá!

A infância que nos habita

Até por isso mesmo, nos fazem pensar e repensar não com a cabeça, mas no profundo dos sentimentos. Que tal conversar com a infância que te habita?

Ouvir as crianças

Ler os livros para a infância também pode nos ajudar a acessar mais facilmente sentimentos e emoções das crianças que parecem incompreensíveis para nós, adultos.

Por isso, fizemos uma lista muito afetiva de livros que se encaixam direitinho nessas definições.

Livros para ler a infância

São obras que falam de infância, de diversão, de memórias e algumas estão cheias de referências que só adultos vão entender! Vem 🙂

1) A MACAQUINHA

Autora / Ilustradora: Marta Altés
Tradutora: Gilda de Aquino
Temas: Coragem, superação, bullying, natureza, animais, convivência social.
Faixa Etária: A partir de 2 anos (leitura compartilhada) ou a partir de 6 anos (leitura independente)

Na floresta, tudo parece grandioso demais para a macaquinha. Se tem algo que ela ouve por lá é: você é muito pequena para fazer isso. Mas quem disse que tamanho é documento?

>>Por que ler:

Da premiada Marta Altés, esse livro nos fala do lugar da infância, muitas vezes diminuído pelo adulto, mas que, na verdade, tem uma força imensa. É uma dose de autoconfiança aos pequenos e um chamado à escuta para nós, os grandes.

///

2) PEDRO E TINA

Autor: Stephen Michael King
Ilustrador: Stephen Michael King
Tradutora: Gilda de Aquino
Temas: Ética / Conto / Humanos / Convivência social / Opostos / Amizade / Respeito às diferenças
Faixa Etária: A partir de 2 anos

Pedro fazia tudo diferente. Já Tina fazia tudo certinho. Um dia, eles se encontraram. E foi perfeito!

>>Por que ler:

Esta obra, do premiado australiano Stephen Michael King, mostra o valor da amizade e da convivência com os pares. Mas, sobretudo, traz muito forte esse conteúdo da infância, que, aos olhos dos adultos, parece “errada” muitas vezes, barulhenta, caótica. Será mesmo?

///

3) O HOMEM QUE AMAVA CAIXAS

Autor e Ilustrador: Stephen Michael King
Tradutora: Gilda de Aquino
Temas: Ética / Conto / Humanos / Brincadeiras / Criatividade / Dificuldade de expressão / Relacionamento familiar / Amor / Dia dos Pais (2º Domingo de Agosto) / Respeito às diferenças
Faixa Etária: A partir de 2 anos

Essa obra encantadora conta a história de um homem que era apaixonado por caixas e por seu filho. O único problema é que, como muitos pais, ele não sabia como dizer ao filho que o amava.

>>Por que ler:

De forma sensível, o premiado Stephen Michael King revisita sua própria infância e a relação que construiu com o próprio pai, mostrando que gestos podem revelar mais do que palavras.

///

4) Girafas

Autor e ilustrador: Jean-Claude
Temas: Números / Relacionamento familiar / Cores / Humor / Animais / Brincadeiras / Diversão / Matemática / Imaginação
Faixa Etária: A partir de 2 anos (leitura compartilhada) ou 6 anos (leitura independente)

O que mais diverte as crianças quando seus pais brincam com elas? Neste livro, um pequeno vive pedindo desenhos. O pai, brincalhão, coloca em um papel compriiiido suas melhores versões de girafas. Com seus pescoços looongos, os bichos tomam conta das páginas e vão se multiplicando, mostrando que nessa brincadeira de desenhar também há um tanto de matemática

>>Por que ler:

Que criança não ama desenhar, receber um desenho, trocar afetos com os pais? E que pai nunca recebeu os pedidos mais incríveis dos pequenos? Este livro é sobre tudo isso, com muita cor e os traços irreverentes do premiado Jean-Claude Alphen.

///

5) Cadê o juízo do menino?

Autor: Tino Freitas
Ilustradora: Mariana Massarani
Temas: Humor / Convivência social / Cotidiano / Imaginação
Faixa Etária: A partir de 2 anos

Os parafusos apertam bem apertadinho o juízo no lugar e impedem a cabeça de fazer pequenas – e grandes – confusões. Mas, nesse dia, o menino acordou sem o seu e já foi fazendo trapalhadas. Penteou o cabelo com a escova de dentes, passou manteiga na maçã, foi para a escola de pijamas e assistiu à aula de cabeça para baixo, imagine só!

>>Por que ler:

Divertido, cheio de rimas e brincadeiras com o cotidiano, esse livro tem o texto esperto do Tino Freitas e as ilustrações da premiadíssima Mariana Massarani. Uma festa para os sentidos e para relembrar que ser criança pode ser muito divertido.

///

6) Pequenas histórias para grandes curiosos

Autora: Marie-Louise Gay
Ilustradora: Marie-Louise Gay
Tradutora: Gilda de Aquino
Temas: Humor / Cotidiano / Criatividade / Imaginação
Faixa Etária: A partir de 2 anos

O que você vê quando fecha os olhos? Você conhece alguém invisível? Sabe o que tem na toca do coelho? E que os caracóis recebem visitas em suas conchas? Por que os gatos atacam poltronas? Como as mães ouvem através das paredes? Em 19 pequenas histórias, em formato de HQ, Marie-Louise Gay narra essas e outras aventuras divertidas, poéticas, reflexivas, lúdicas.

>>Por que ler:

Além de divertida e irreverente, essa obra é daquelas que deixa várias surpresinhas a quem é mais velho, com referências a brincadeiras, ditos populares e situações que só as gerações anteriores vão pescar.

///

7) Eu sou uma menina!

Autora / Ilustradora: Yasmeen Ismail
Tradutora: Gilda de Aquino
Temas: Identidade / Autoconhecimento / Respeito às diferenças / Brincadeiras / Cotidiano
Faixa Etária: A partir de 2 anos (leitura compartilhada) ou 6 anos (leitura independente)

Determinada, esperta, cheia de atitude e energia, assim é a menina dessa história. E não é que muita gente a confunde com um menino?! Mas essa personagem nunca se dá por vencida: ela é uma menina!

>>Por que ler:

Por que será que confundem essa menina, cheia de infância e movimento, com um menino? Aqui, fica uma reflexão mais séria e profunda, apesar de num livro colorido e divertido: como estamos criando nossas meninas? E nossos meninos? Brincar não tem gênero, não é mesmo?

///

 

E você? Que livros infantis fazem seu coração palpitar mais forte?

 


Sem comentários no momento

Grupo Brinque-Book
Rua Mourato Coelho, 1215 - Vila Madalena
São Paulo - CEP 05417-012 - SP