Select Your Style

Choose your layout

Color scheme

Blog
 
 

BLOG

Conheça os três livros da Brinque-Book escolhidos para a Feira de Bolonha 2020

03/02/2020

Todos os anos, uma cidade ao norte da Itália sedia a Feira do Livro Infantil e Juvenil de Bolonha (Bologna Children’s Book Fair), uma das mais importante de literatura para crianças e jovens leitores.

A cada feira, o Brasil leva um panorama das produções literárias e um catálogo com as obras selecionadas entre as publicadas no ano anterior.

Neste ano, estamos felizes em dizer que três dos nossos livros lançados em 2019 estão no catálogo que vai embarcar para a Itália.

*Imagem: ilustração de Jean-Claude no livro Girafas

Participação brasileira em 2020

 

A Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil catalogou ao todo 87 livros, selecionados entre 241 publicados em 2019. A escolha foi feita por  23 especialistas votantes.

A seleção resultou em um catálogo com uma breve descrição das obras, que será apresentado na feira.

A artista escolhida para ilustrar a capa do catálogo foi a premiada Mariana Massarani, que assina a ilustração de obras como Cadê o juízo do menino?, de Tino Freitas.

Massarani conversou com a gente sobre seu trabalho neste post aqui.

*Imagem: ilustração de Mariana Massarani para a capa do catálogo da FNLIJ

Os livros escolhidos neste ano

Do Grupo Brinque-Book foram selecionados um livro de ficção infantil, outro de não-ficção e ainda uma obra de poesia, que listamos a seguir:

1- Girafas

Autor e ilustrador: Jean-Claude
Temas: Números / Relacionamento familiar / Cores / Humor / Animais / Brincadeiras / Diversão / Matemática / Imaginação
Faixa Etária: A partir de 2 anos (leitura compartilhada) ou 6 anos (leitura independente)

O que mais diverte as crianças quando seus pais brincam com elas? Neste livro, um pequeno vive pedindo desenhos. O pai, brincalhão, coloca em um papel compriiiido suas melhores versões de girafas. Com seus pescoços looongos, os bichos tomam conta das páginas e vão se multiplicando, mostrando que nessa brincadeira de desenhar também há um tanto de matemática. Mas ora, onde foi parar a girafa número 10?

>>POR QUE LER: O livro foi escolhido pela FNLIJ por seu jogo de palavras divertido, pela “conversa” entre imagens e texto e pelas cores vibrantes de Jean-Claude Alphen.

Detalhe: a obra é inspirada na relação do autor com seu pai, que lhe fazia desenhos de girafa quando pequeno.

///

2- Era uma vez 20

Autora: Luciana Sandroni
Ilustradores: Guilherme Karsten e Natália Calamari
Temas: Biografia / Identidade / Criatividade / Infância / Cultura brasileira
Faixa Etária: A partir de 8 anos

Nesta obra, Luciana Sandroni (autora da premiada série Ludi, que completou 30 anos em 2019!), nos conta pequenas biografias de 20 personalidades essenciais para o Brasil, mas, às vezes, ainda desconhecidas. São 10 mulheres e 10 homens, entre eles: Chiquinha Gonzaga, Antonieta de Barros, Djanira, Zumbi dos Palmares, Grande Othelo e Pixinguinha.

>>POR QUE LER: em seu catálogo, a FNLIJ destaca que o livro é um convite para os jovens leitores conhecerem aqueles que — seja na arte, na militância, nos esportes, na ciência — contribuíram para a luta por um país mais justo. Sandroni ficcionaliza alguns trechos e diálogos, para tornar a leitura ainda mais interessante. Feita após extensa pesquisa, levanta a infância e o início da vida dessas personalidades, período sobre o qual pouco se escreveu.

///


3- A poesia pede a palavra

Autor:Lalau
Ilustradora: Laurabeatriz
Temas: Poesia, rima, ritmo, humor, escrita criativa, natureza, cotidiano
Faixa Etária: A partir de 8 anos

Palavras miúdas e simples, como Até, Igual, Talvez, Quem e Se são o ponto de partida para uma obra poética cheia de rimas e metáforas. Da dupla Lalau e Laurabeatriz, que já assinaram 50 livros juntos, todos os 24 poemas do livro falam das coisas simples, bonitas, profundas e complexas da vida. Do vaga-lume que brilha, sozinho, numa noite cheia de estrelas, à constatação ética e poética de que eu, tu, ele, nós, vós e eles somos iguais, afinal de contas. O humor também aparece – se há mais mistério entre o céu e o telescópio, o que há entre o olhar e o caleidoscópio? E, como poesia boa deixa sempre aquele ponto de interrogação dentro da gente, aqui, a certeza fica em dúvida e nasce então um talvez!

>>POR QUE LER: “As ilustrações de Laurabeatriz para cada poema reflete a simplicidade e a delicadeza dos sentimentos expostos pelo eu poético. Já os versos de Lalau, com diferentes temas que povoam a imaginação do jovem leitor, condensa poeticamente as emoções, experiências e desejos dos pequenos”, diz a resenha do catálogo da FNLIJ.

O que é a Feira do Livro Infantil e Juvenil de Bolonha?

Um dos mais importantes encontros da literatura para crianças e jovens, é realizada pela Internacional Board on Books for Young People – IBBY (Associação Internacional de Livros para Crianças e Jovens, em tradução livre).

Reúne editores, agentes, escritores, ilustradores, pesquisadores do livro, que vão à feira conhecer as produções de cada país, realizar encontros, negociar publicações e edições.

*Imagem: ilustração de Natália Calamaria no livro Era uma vez 20

Além disso, a feira realiza uma mostra de ilustradores — a principal do mundo — e concede o prêmio Bologna Ragazzi Award ao melhor livro do ano.

Durante o evento, são anunciados também os vencedores de outros dois prêmios muito importantes: o Hans Christian Andersen (considerado uma espécie de “Nobel” da literatura para crianças), para autores e ilustradores, e o Prêmio Memorial Astrid Lindgren, para autores.

No Brasil, a Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ) representa a IBBY, organizadora da Feira de Bolonha, e escolhe os melhores livros brasileiros que representarão nossa delegação durante o evento.

Brasileiros premiados

Para este ano, a FNLIJ indicou duas autoras brasileiras ao prêmio Hans Christian Andersen: Marina Colasanti, que já publicou pela Escarlate, e Ciça Fitipaldi.

Pela Escarlate, Marina publicou Tudo tem princípio e fim, em 2017. Na época, ela conversou com a gente sobre o livro, sobre literatura e sobre formação leitora.

Fernando Vilela, outro autor que tem obras – algumas premiadas – pela Brinque-Book, foi o brasileiro convidado para a Mostra dos Ilustradores do ano passado.

Lygia Bojunga (1982), Ana Maria Machado (2002) — na categoria escritores — e Roger Melo (2014) — na de ilustradores — são os três brasileiros que já levaram o Hans Christian Andersen.

 


Sem comentários no momento

Grupo Brinque-Book
Rua Mourato Coelho, 1215 - Vila Madalena
São Paulo - CEP 05417-012 - SP