Select Your Style

Choose your layout

Color scheme

Blog
 
 

BLOG

Até dia 5/1 :-) Dicas para ler, brincar, descansar e recarregar as baterias

23/12/2020

Vamos todos dar uma parada para recarregar as baterias? Descansar? Viajar em alguma livro? Se divertir com as histórias das crianças? Aprender algo novo? Trocar ideias — ainda que virtualmente, nesse momento que pede resguardo e cuidados?

Por aqui, estaremos em modo recarregar energias até dia 5 de janeiro, quando o Blog da Brinque volta a publicar, e nosso site volta a funcionar! :))

Um quintal, um jardim, um livro, crianças… É o que desejamos para você recarregar as baterias! Imagem:Manu e Mila, de André Neves

Trouxemos para cá algumas dicas para você recarregar as baterias e algumas indicações de leitura e vídeos muito bacanas, além de atividades para fazer com as crianças.

Bóra?

5 dicas para recarregar

Vamos começar com atividades de autocuidado com você e com as crianças? Autocuidado não é apenas tratar a pele e se sentir mais bonita — ou bonito.

Cuidar de si pode ser também reparar nos sentimentos, ouvir aquela música delícia, ter um tempo para fazer nada, que tal? Temos algumas ideias, olha só:

1) As pequenas coisas

Quantas vezes você parou para pensar de verdade naquilo que faz brilhar seus olhos e palpitar o coração? Pode ser esse o momento!

Ler? Atividades manuais? Música? Uma boa conversa? Rede e bolinho de fubá? Pé descalço?

Não precisam ser grandes coisas. Pelo contrário. Às vezes, a gente tem muita certeza das grandes coisas que queremos, mas deixamos passar batidas essas pequenas coisas, que de pequenas mesmo não têm nada.

Sempre muito bacanas as conquistas da vida, mas, olha, um pé na grama com livro e risada de criança, combo essencial! Quais são os prazeres essenciais da sua vida? 🙂

Para pensar nesse tema com delicadeza e vendo o lado lúdico, temos um livro e um post na medida:

“Manu e Mila”: um passeio no jardim ensolarado da alegria de cada um

Manu e Mila, de André Neves

///

2) Comer, comer…

Bóra cozinhar e levar as crianças para a cozinha? O alimento é uma reconexão com nosso corpo, nossa alma, nossa história. Comida em torno da mesa, com tempo, saboreando pratos e papos é uma forma de se fazer presente no presente.

Quais são seus pratos preferidos? Você gostar de cozinhar? Como se relaciona com o que come? O prazer da comida, de compartilhar a mesa pode ser revigorante nesse período.

Se cozinhar não é sua praia, sem problemas: pode ser uma fruta, um café, um suco, uma pizza 😉 O importante é compartilhar com quem vive com você um momento de inteireza ao redor de uma mesa.

Alimentar corpo e mente, juntinhos, com presença. Mindfulness que chama, né?

E pensa só, a comida é multissensorial: tem som, tem cheiro, tem cores, texturas, temperaturas… Um convite a mergulhar nos sentidos.

Pensando nisso, que tal fazer algumas das receitas prediletas do Gildo por aí?

///

3) Dancing days

Música é tão importante para dar aquela desestressada! De que estilo você mais gosta? Que tal começar a reparar mais na “trilha sonora” da sua vida?

Na hora de preparar o almoço, ligue o som! O que te anima na cozinha? Se for pra fazer aquela faxina, qual seria sua trilha sonora ideal?

Se a ideia for descansar um tico, a playlist pode ser outra. Para ler, outra. E para rir com as crianças? Uma outra ainda.

Dançar com os pequenos, mostrar a eles suas músicas favoritas de infância, pedir que eles contem sobre as canções de que mais gostam e bolar uma playlist juntos, que tal?

Deixamos aqui embaixo um post com uma playlist super bacana que o tradutor Alexandre Boide fez especialmente para o Blog da Brinque. Essa tem um perfil mais adulto e pode acompanhar você nos momentos de leitura, por exemplo.

Como se traduz um livro? Alexandre Boide conta para a gente neste bate-papo

E também trouxemos uma lista de músicas animadíssimas da turma do Palavra Cantanda, para vocês já irem entrando no clima com os pequenos.

///

4) Rir é sempre um bom remédio

Quer outra boa ideia?  Aproveite esse momento para rir. As crianças podem ser ótimas guias nesse sentido, pois costumam ver a graça que não enxergamos nas coisas.

Tire uma momento para conversar com seus filhos. Trocar ideias sobre qualquer tema, fazer e responder perguntas, especialmente as aparentemente nonsense.

“O que você faria se um jacaré aparecesse aqui agora?” pode ser um bom começo. Se seu filho parecer tomando um copo de água, experimente perguntar se tem gosto de xixi de elefante 🙂

O que rima com pedra ou que palavras e objetos as crianças associam a esse termo? Essa pergunta é uma das muitas ideias que o educador e autor italiano Gianni Rodari traz em seu livro Gramática da fantasia para ajudar adultos a conversarem com pequenos através do que é criativo, divertido, irreverente.

Aqui, trouxemos uma lista de livros engraçados, que podem combinar bastante nesse momento:

Para brincar literatura e formar leitores que se divertem lendo

///

5) No papel :))

Sabe aquela sua ideia que teve ontem no chuveiro? Coloque no papel. E aquele sonho? Anote também. Dúvidas, esperanças, desejos… não deixe nada passar.

Colocar tudo isso no papel pode ajudar você a se conhecer melhor, não deixar ideias, projetos e sentimentos para trás. Relaxar, descansar e aproveitar genuinamente tem a ver, cada vez mais, com a gente se conhecendo melhor, não é mesmo?

Já que uma das formas de se organizar e dar vazão ao que você leva pertinho do coração é colocar tudo no papel, que tal um planner?

Fizemos um para você baixar:

>>Baixe seu planner aqui<<

///

E você? O que vai fazer para aproveitar as festas — em segurança, claro?

 

Livros Relacionados


Sem comentários no momento

Editora Schwarcz S.A. - São Paulo
Rua Bandeira Paulista, 702, cj. 32
04532-002 - São Paulo - SP