Select Your Style

Choose your layout

Color scheme

Blog
 
 

BLOG

Conheça brincadeiras para as crianças em casa na Semana Mundial do Brincar

27/05/2020

Brincar é a atividade da infância. De Maria Montessori a Emmi Pikler, ninguém duvida disso. É tão essencial que praticamente todas as crianças brincam, não importa a idade, a situação, as condições.

Dá pra se divertir em casa! Imagem: Ana, Guto e o gato dançarino, de Stephen Michael King

Brincando, os pequenos:

  • ganham mais e mais controle sobre o corpo;
  • adquirem e melhoram as linguagens corporal e oral;
  • exploram o mundo concreto à sua volta (seja uma folha, um inseto, uma tampa de panela);
  • criam e testam hipóteses (já viu como um bebê se diverte arremessando várias vezes um mesmo objeto? Está aprendendo sobre a gravidade e a força!);
  • processam e elaboram simbolicamente as emoções;
  • criam;
  • imaginam;
  • testam papéis e possibilidades;
  • organizam emocionalmente aprendizados
  • vivem realidades interiores e exteriores

Muito importante, certo?

Brincar em casa

Não à toa, todos os anos, a comunidade envolvida com a infância realiza a Semana Mundial do Brincar. Já ouviu falar? A ideia é colocar os pequenos para brincar em diversas ações coletivas.

No Brasil, quem promove esse movimento pelo brincar desde 2009 é a Aliança pela Infância.

Neste ano as ações foram até 31 de maio, mas virtuais e focadas na importância das atividades dentro de casa. Assim, diversos perfis e especialistas postaram dicas de brincadeiras e realizaram encontros virtuais.

Separamos aqui cinco dicas de brincadeiras ou canais com inspirações para você fazer em casa.

Olha só quantas ideias bacanas!

1) Brincadeiras inspiradas em Pikler

Nós fizemos um post aqui para o Blog da Brinque trazendo dicas de brincadeiras inspiradas nos estudos de Emmi Pikler, que mostrava como o bebê é um pesquisador nato, que diverte-se descobrindo cores, texturas, cheiros e funções.

Trouxemos para cá as principais dicas — aqui embaixo. Se quiser ler o post todo e saber mais sobre Pikler e sobre outras pesquisadoras da infância, só vir por aqui!

Saiba que você pode então oferecer muito mais que brinquedo para o bebê e a criança pequena brincarem, dependendo da idade e sempre sob sua supervisão, claro!, muito com:

  • Tecidos (que ele possa manipular em segurança e com sua supervisão);
  • Tampas de tamanhos variados;
  • Potes de tamanhos variados;
  • Recipientes de tamanhos e formas variados;
  • Potes variados e água (para brincarem de encher, transferir, esvaziar…);
  • Potes variados e pedrinhas (fique de olho no tamanho das pedrinhas);
  • Colheres, peneiras, panelas;
  • Folhas, sementes, pequenos galhos;
  • Caixas de tamanhos variados.

*Imagem: de Patricia Auerbach no livro O jornal

Você pode escolher um local e, nele, criar um espaço só para acomodar esse tipo de exploração, de preferência sempre no mesmo lugar, no chão, sobre um papel craft ou tapete que delimite a área de ação da criança.

Assim, ela identifica que aquele é o lugar da experimentação e ficará feliz, toda vez que o espaço for montado, em conseguir antecipar para que ele servirá novamente.

Anote e fotografe o que o bebê pesquisar, o que ele vai mostrar a você, quais palavras vai falar para descrever o que está fazendo.

Você vai notar o tanto de aprendizado.

 

>>Detalhe importante que merece ser reforçado: supervisione, esteja junto e não deixe o bebê sozinhos com nenhum material. Avalie também a habilidade de seu bebê para lidar com os materiais para sua idade.

Bebês muito pequenos vão levar tudo à boca, então, nessa fase, melhor oferecer os potes grandes, as tampas, as peneiras — em lugar das pedrinhas.

Melhor oferecer materiais suaves, como plástico, que não vão machucá-lo.

///

2) Para brincar em casa

A Aliança pela Infância criou um guia de brincadeiras para curtir com as crianças em casa.

Mesmo em quarentena, as crianças não param de brincar e imaginar o mundo e, por isso, é necessário apoiar e incentivar que pais, mães, avôs, avós, tios, tias e irmãos ajudem a pensar em oportunidades para que as atividades sejam diversificadas e aconteçam de forma segura no âmbito domiciliar.

Além de brincadeiras indicadas por brasileiros, o guia também conta com dicas da Argentina, Bolívia, Chile, El Salvador, Guatemala, México, Nicarágua e Peru.

O guia pode ser baixado aqui!

///

3) Cinco Marias

Cinco Marias ou Cinco Pedrinhas é uma brincadeira tradicional que herdamos de Portugal. Você já jogou? Simples e divertido, o jogo pode ser feito com saquinhos de tecido, pedrinhas, sementes maiorzinhas…

Indicado para jogar com crianças maiores, que não coloquem as “marias” na boca 😉

Funciona assim: você coloca cinco pedrinhas no chão. Aí a gente joga uma delas para cima e, antes dela cair, tem que pegar uma das que ficou no chão, usando a mesma mão! 😉

E assim vai, jogando uma pedra para cima, pegando outra sem deixar que caia a que foi jogada, até não ter mais nenhuma para jogar.

Que tal?

///

4) No Sesc

O Sesc São Paulo criou uma página para publicar textos e dicas de atividades. Por lá, você encontra dicas de brincadeiras imaginativas, lúdicas e criativas.

No instagram das unidades, estão rolando shows e espetáculos.

Vale super a pena dar uma olhada, pois tem programação rica para as crianças.

///

5) Do seu autor favorito

No projeto #Brinque-Book Mais, da Brinque-Book, há diversos materiais para baixar e brincar em casa com os pequenos: desde o passo a passo para fazer um foguete inspirado em O home que amava caixas, de Stephen Michael King, até toy art para montar em casa e desenhos para colorir!

Só vir por aqui!

///

E você? Como tem brincando nessa quarentena?

 

 

 

 

 

 

 


Comments ( 2 )

Grupo Brinque-Book
Rua Mourato Coelho, 1215 - Vila Madalena
São Paulo - CEP 05417-012 - SP