Select Your Style

Choose your layout

Color scheme

Blog
 
 

BLOG

5 dicas de… livros com personagens femininas fora dos estereótipos de gênero

08/03/2018

Representatividade é essencial na luta por equidade. Para que as meninas saibam que podem ser quem quiserem, que podem contribuir por um mundo melhor no espaço público – e não só no privado -, é preciso que se vejam representadas de diversas formas – para muito além dos estereótipos de gênero. Mulher pode ser forte? Pode! Mulher pode ser líder? Pode! Mulher pode bancar suas escolhas e verdades? Pode! Mulher pode ser livre para decidir? Pode! Mulher pode lutar? Pode! Mulher pode vencer, sozinha, seus desafios? Pode! Mulher pode transformar? Pode! Mulher pode cuidar? Pode! Mulher pode contar suas próprias histórias? Pode!

O Dia Internacional da Mulher relembra as lutas pela emancipação feminina desde o século XIX, quando mulheres operárias começaram greves para votar e ter condições mais dignas de trabalho. É uma data para celebrar conquistas, sim, mas para refletir sobre o que ainda falta conquistar, como, por exemplo, o fim da violência de gênero, da disparidade de salários e da distribuição desigual de tarefas domésticas. É uma data para refletir sobre como transformar todos os dias do ano.

“Obax” / Texto e ilustraçoes: André Neves

Selecionamos, então, cinco livros infantis incríveis, cujas personagens femininas desafiam estereótipos de gênero e contribuem para que avancemos ainda mais na tão necessária equidade entre as pessoas – independentemente de suas características. Pelas mulheres que vieram antes de nós e pelas que ainda virão! 🙂

1) Obax, de André Neves (texto e ilustrações): A menina Obax vivia em uma aldeia no coração da África, onde o silêncio negro da noite é um ótimo companheiro para contar histórias. As dela, eram muitas: já tinha caçado ovos de avestruz, corrido com antílopes, enfrentado ferozes crocodilos e até visto uma chuva de flores. No entanto, todos zombavam de Obax. Para mostrar que suas narrativas tinham valor, ela parte em uma viagem de coragem e sensibilidade. Ganhador do Jabuti de Melhor Livro Infantil de 2011.

>>André Neves brincou com a gente no Brinque-Book Brinca, contando um pouco de seu processo criativo. 

2) Ludi vai à praia, de Luciana Sandroni (texto) e Eduardo Albini (ilustrações): Recém-lançada pela Escarlate, essa obra inspira-se em Monteiro Lobato para criar uma personagem destemida e irreverente: Ludimila, a Ludi. A menina corajosa, inteligente e articulada  lidera Zé Polvo, Dona Concha e outros peixes na busca por uma solução para a poluída Baía da Guanabara.

>>Leia aqui a resenha da obra.

3) Estela, estrela-do-mar, de Marie-Louise Gay (texto e ilustração): Quando Estela e seu irmão Marcos chegam à praia, ela se joga no mar, cavalga cavalos marinhos, explora fauna e flora, diverte-se sem medo. O irmão, assustado, recua e analisa tudo, antes de finalmente se deixar levar pelo afeto e pela coragem da irmã mais velha e experiente.

 

 

4) Voe, Mitzi, voe!, de Helga Bansch (texto e ilustrações): A gansa fêmea Mitzi vivia sua vida em uma fazenda, acostumada a não voar, pois, diziam, gansos domésticos não voam. Até que um ganso selvagem passa voando por ali e ela então decide desafiar as crenças. Sob zombarias e críticas de todos, Mitzi esforça-se prova que pode, sim, sair voando por aí.

 

 

5) Clara, de Ilan Brenman (texto) e Silvana Rando (ilustrações): Quando crescer, o que Clara vai fazer? Ela quer dirigir o carro como a mamãe, estalar os dedos como o papai, patinar como a vovó, rir como a bisa, dançar como o vovô, pintar como a prima, ser palhaça como o primo… Ah, claro, ser alta, muito alta, como a Gertrudes!


Sem comentários no momento

Grupo Brinque-Book
Rua Mourato Coelho, 1215 - Vila Madalena
São Paulo - CEP 05417-012 - SP