Select Your Style

Choose your layout

Color scheme

Blog
 
 

BLOG

Paternidade é presença: obras imperdíveis para ler junto com os pequenos

05/08/2020

Colo, afeto, carinho, companheirismo, presença! Êta relação linda essa de pais e filhos, não é?

O ideal de paternidade e os modelos possíveis do “ser pai” mudaram um bocado de uma geração para outra. Trouxeram desafios, sem dúvida.

Carinho, companheirismo, amor, presença… chega dar um quentinho no coração. Imagem: O homem que amava caixas, de Stephen Michael King

Mas muito mais do que isso: as mudanças trouxeram liberdade, leveza e profundidade nas relações entre pais e filhos.

Os homens de hoje podem cuidar, amar, estar juntinho dos pequenos; aprender, errar, flexibilizar, recomeçar, olhar, ver, sentir; se abrir para o que as crianças sentem. Ser inteiros na relação.

Não é bonito demais isso?

Um documentário abordou tema parecido recentemente – e nós escrevemos sobre esse filme; veja abaixo.

Homem chora: como e por que criar meninos capazes de expressar o que sentem

Dia dos pais juntinho dos pequenos

Se uma das principais conquistas dos pais da nossa geração foi poder ficar perto e presente da vida dos filhos, vamos falar de um modo de o presente virar presença?

Já contou para seus pequenos um pouco da sua infância? Já cantou com eles no chuveiro? Já brincou junto até não saber mais que horas são? Que memórias está criando com a criançada?

Ler junto é uma dessas formas de ser presença (além de ser presente) e de criar memórias para a vida, um jeito delicioso – e poderoso – de construir vínculos profundos.

Por isso, separamos aqui dicas de livros especiais nesse 3 livros para o fim de semana. Venha ler com a gente!

1) O filho do grúfalo

Autora: Julia Donaldson
Ilustrador: Axel Scheffler
Tradutora: Gilda de Aquino
Temas: Ética / Poesia / Rima / Animais / Astúcia / Curiosidade / Dia dos Pais (2º Domingo de Agosto) / Obediência
Faixa Etária: A partir de 2 anos

Apesar das advertências do pai, o filho do Grúfalo sai sozinho pela floresta durante uma noite fria e escura. Seu propósito é encontrar o grande e feio Rato Mau. Mas será que esse tal de Rato Mau, devorador de grúfalos, existe mesmo?

>>POR QUE LER: O foco aqui é nas relações do Grúfalo pai e de seu pequeno filho. Como acontece na vida real, há um tensionamento entre o que os filhos podem fazer e o que eles querem. E, como na vida real, é o afeto o que fica. Rimada e divertida, essa história encanta os pequenos — não à toa, foi sucesso de crítica no seu país de origem, a Inglaterra.

///

2) O homem que amava caixas

Autor e Ilustrador: Stephen Michael King
Tradutora: Gilda de Aquino
Temas: Ética / Conto / Humanos / Brincadeiras / Criatividade / Dificuldade de expressão / Relacionamento familiar / Amor / Dia dos Pais (2º Domingo de Agosto) / Respeito às diferenças
Faixa Etária: A partir de 2 anos

Essa obra encantadora conta a história de um homem que era apaixonado por caixas e por seu filho. O único problema é que, como muitos pais, ele não sabia como dizer ao filho que o amava.

>>POR QUE LER: De forma sensível, o premiado Stephen Michael King revisita sua própria infância e a relação que construiu com o próprio pai, mostrando que gestos podem revelar mais do que palavras.

Essa história foi contada por Marina Bastos na TV Brinque-Book. Só dar o play:

///

3) Girafas

Autor e ilustrador: Jean-Claude
Temas: Números / Relacionamento familiar / Cores / Humor / Animais / Brincadeiras / Diversão / Matemática / Imaginação
Faixa Etária: A partir de 2 anos (leitura compartilhada) ou 6 anos (leitura independente)

O que mais diverte as crianças quando seus pais brincam com elas? Neste livro, um pequeno vive pedindo desenhos. O pai, brincalhão, coloca em um papel compriiiido suas melhores versões de girafas. Com seus pescoços looongos, os bichos tomam conta das páginas e vão se multiplicando, mostrando que nessa brincadeira de desenhar também há um tanto de matemática.

>>POR QUE LER: Baseado nas memórias de infância de Jean-Claude — cujo pai era, para ele, o melhor “desenhador” de girafas do mundo –, esse livro traz números, contas, bichos divertidos e muito, muito afeto entre pai e filho. Não à toa, foi um dos escolhidos para representar o Brasil na mais importante feira de literatura infantil do mundo.

///

Para os grandes!

Procurando uma obra para os maiores? Vamos deixar aqui duas dicas extras de livros para aqueles que já são grandes leitores:

4) A queda dos moais

Autoras: Blandina Franco e Patricia Auerbach
Ilustrador: José Carlos Lollo
Temas: Ficção em 29 tipos de texto (crônica, lista, mensagem virtual, gráfico e outros) / humor / curiosidades
Faixa Etária: A partir de 8 anos

Viajar é sempre ótimo, né? Bom, Joaquim discorda. Pelo menos desde que seus pais decidiram levar a família para conhecer a Ilha de Páscoa. O que tem por lá para fazer? O garoto acha que nada. Até os famosos moais não colaboram: caíram de cara no chão sem razão aparente…

>>POR QUE LER: As premiadas Patricia Auerbach e Blandina Franco, junto com o também premiado ilustrador José Carlos Lollo, criaram uma deliciosa aventura sem narrador — contada por imagens, folhetos, bilhetes, reportagens –, que mostra os conflitos de geração de um modo irreverente e imperdível.

Assista a uma animada conversa do trio, contando como foi que essa aventura começou (dá pra sentir bem o clima da parceria):

///

5) Ludi na Floresta da Tijuca

Autora: Luciana Sandroni
Ilustrador: Eduardo Albini
Temas: Relacionamento familiar / Cooperação / Meio ambiente / História
Faixa Etária: A partir de 8 anos

Uma novidade inesperada anima a família Manso. Seu nome? Herculano, o novo namorado de Marga. Para conhecê-lo, Ludi, seus pais e irmãos embarcam no fusca de seu Marcos direto para… o século XIX! Como tudo na família dessa já conhecida marquesa – assim chamada numa deliciosa referência a Monteiro Lobato –, o que seria um simples piquenique na Floresta da Tijuca vira uma viagem no tempo que a põe às voltas com o reflorestamento do local.

>>POR QUE LER: O pai de Ludi, seu Marcos, é o guia dessa viagem ao passado. Professor de História, são dele as tiradas mais engraçadas do livro. A série Ludi é inspirada nas experiências de Sandroni em família, especialmente no pai dela, um apaixonado pela História do Brasil, que deixou esse carinho para a filha escritora.

///

>>Não se esqueça de que, na sexta, vai ter livro para ler on-line — na íntegra e gratuito — com essa temática também: Conversas para pai dormir, dos premiados Ilan Brenman (texto) e Guilherme Karsten (ilusttrações).

A gente volta aqui para deixar o link do livro e também do post sobre o livro, com dicas de leitura e atividades para ampliar a experiência leitora.

///

E você? O que quer ler com seu filho?


Sem comentários no momento

Grupo Brinque-Book
Rua Mourato Coelho, 1215 - Vila Madalena
São Paulo - CEP 05417-012 - SP